vc acredita em jesus?
  7
0
Criado por

< Anterior Próxima >
Nível 0
Nível: 0 (de 100) Próximo nível
56%
3
3
Veterano Já participa da comunidade há 3 anos
16/02/2016 | 20h12
vc segue o q ta na biblia?
0
  0
  Citar
  Favoritar
  Editar

Meu perfil

 Responder...
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 5
Nível: 5 (de 100) Próximo nível
18%
14
14
Veterano Já participa da comunidade há 14 anos

mutanteallan850506525
O lance com Jesus é o seguinte, no começo eu descartava toda a história porque acho a afirmação de milagres ridícula de um ponto de vista científico e mesmo teológico pois para mim se "deus" criou leis físicas universais é para elas não serem quebradas então o fato de não existir milagres é justamente a maior evidência de deus não o contrário como afirmam os leigos. 


Porém eu vou pela opinião do ateu Christopher Hitchens que afirma que provavelmente jesus existiu fisicamente por causa de um erro nos evangelhos o erro é que os três evangelhos gnósticos Mateus, Lucas e Marcos e João cada um tem uma certam disparidade quanto a história de Jesus o que por si só é ridículo e evidência da falibilidade de tais afirmações.


O erro é que tentam encaixar Jesus na profecia messiânica onde segundo a profecia o messias nasceria em Belém, um dos evangelhos diz que jesus nasceu no caminho de Belém e não em Belém, outro diz que ele nasceu em Jerusalém e o outro diz que ele nasceu em Belém, essa disparidade indica que Jesus existiu porém ele não encaixava na profecia por isso os autores tentaram encaixa-lo, um autor mais crédulo colocou ele em Belém outro disse a verdade prescrita dizendo que Jesus nasceu em jerusalém. 


Se Jesus fosse totalmente uma criação, um personagem mitológico eles teriam encaixado ele perfeitamente na profecia sem falhas sem definições arbitrárias ou seja esse erro indica um Jesus histórico porém... para racionalistas como eu história não pode vir atrelada de magia pois você não pode aceitar dilúvio, pragas, ressurreição da bíblia e ignorar histórias antigas como do Egito, dos gregos, dos Norticos.  


Não existe evidência mais para um do que para outro quanto á mitologia, ou seja tudo é mentira ou tudo é verdade, de um ponto de vista científico afirmações absurdas que quebram leis físicas não podem ser aceitas em um contexto terreno, claro que tem todo o lance de física quântica e a tentativa de atrelar isso á espiritualidade mas física quântica não muda o fato de que as leis físicas são plenas no nosso planeta e não tem Pegasus, anjos, demônios e outras criaturas por aqui alterando a nossa visão do possível, basta ligar a TV ou olhar à sua volta, o que você vai ver é naturalismo regrado por leís físicas não existe magia. 


Afirmações magias é ocultismo puro, sempre ocorre algo mágico mas sobre certas condições e sem evidências, todo ocultismo afirma que é necessário ter fé no culto para a magica acontecer mas isso é um paradoxo, se você crê não precisa de evidência mas se você não crer e requer evidência eles exigem de você a fé antes de apresentar a evidência, paradoxo, isso é apenas ocultismo eles criam uma verdade que não existe e oculta a mesma para parecer que ela existe porém é especial de mais para ser revelada, essa é a base de qualquer crença.  


Não eu não sigo a bíblia, não eu não sou ateu porém não aceito religião alguma todas tem equívocos graves de lógica, como alguns dizem para aceitar a fé tem que negar o universo o mundo. 





Muito interessante sua colocação e vou até além, toda a Bíblia tem vários erros e disparidades mas os mais aficionados religiosos sempre encontram uma forma de explicar o inexplicável. Se Deus realmente existe ele não tem absolutamente nada de comum com o Deus humanizado da Bíblia, até porque seria até ridículo pensar que um ser supremo que teria o poder de criar o universo, teria sentimentos tão humanos como a ira. Além do fato de criar um esquema de recompensa e punição para atitudes humanas que só são ditas como ruins ou más na cabeça humana, sendo que até mesmo a definição de bom e mal, são interpretáveis por fatores como cultura. 

Também acredito que as leis universais provam que milagres não aconteçam, afinal, já viu a gravidade dar uma falhada de vez em quando? Milagres são apenas frutos da imaginação e achismos da mente humana, uma mentira contada várias vezes se tornam verdade na mente de quem conta.
0
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 0
Nível: 0 (de 100) Próximo nível
2%
2
2
Veterano Já participa da comunidade há 2 anos
Acredito como um símbolo, não como ser um supremo redentor de todas as forças.
0
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 3
Nível: 3 (de 100) Próximo nível
28%
14
14
Veterano Já participa da comunidade há 14 anos

Uma das coisas fascinantes sobre o Jesus bíblico é que ele mesmo afirma o seguinte para quem quer fazer a prova derradeira se ele é realmente o Messias, o Filho de Deus: "escutem minhas palavras".

Claro, não há problemas em se debruçar sobre evidências arqueológicas, questões históricas, etc., mas o fato é que o próprio Jesus da Bíblia coloca suas próprias palavras como o modo principal de acesso à sua verdade e principal critério para decidir acerca dela - e, por conseguinte, sobre sua existência.

"Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz." (João 18:37, última parte do versículo).
-"Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.
A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.
E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz." (João 10:2-4)
-
"Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dize-no-lo abertamente.
Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim.
Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito". (João 10:24-26)

1
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
Ver mais respostas
3 de 16 respostas

Provável que o ponto principal esteja lá em Jó, quando ele questiona: quem intercederia por mim? Ninguém, pois, é tudo uma questão de perspectiva. Que dignidade têm o homem para algo nesta posição?

Poderia o homem viver sem perspectiva? Ou ela já é fruto da linguagem?

Retomemos a vaidade, seria possível retirá-la, removê-la? Ou o que sobraria seria o convencimento?

O nível último trataria da aleatoriedade, contingência, mas mesmo quem ganha um sorteio se enaltece - senão por qual razão jogar, desde o inicio?

Agora, temos a bíblia, que sugere um tipo de ouvir. Ouvir um paradoxo? 

Quando há qualquer tipo de reconhecimento, por tal ideia, tudo se desfaz.

A questão que fica é o que sobra a ser feito ou identificado. O eu ainda está lá. E só cabe estruturá-lo. Ou disporíamos do conceito de sagrado?

Nem o sagrado se sustentaria sem um eu e o eu não se dá entre paradoxos. Me impressiona a bíblia ser um livro tão grande, tão passível de interpretações e ainda assim tomarmos uma posição?
 
Você não vai encontrar o sentido em minhas palavras, o que eu tenho a dizer não vai ser relevante para você. Mesmo que eu, de acordo com o meu ver, respondesse a você especificamente o que você pede, ao seu ver sempre haveria uma insuficiência decisiva, a questão sempre estaria não-respondida em sua essência. 

Assim como, ao seu ver, o meu dizer não toca a questão em seu aspecto decisivo, ao meu ver, você não enxerga o decisivo em meu dizer. Essa distância não pode ser superada pela mera teorização, porque sua fonte não está na teoria, a teoria já é uma interpretação específica que surge em virtude de uma compreensão mais profunda (que não é esgotada ou vista apenas como teorização).

Jesus dizia: "Quem tem ouvidos, ouça". Quem não tem, não ouvirá. Para você, talvez seja vantagem não ter ouvidos para o que Jesus disse, pois é como não ouvir vozes de um delírio. Pois bem, também não há ouvidos para o que eu digo aqui.
De qualquer forma, agradeço sua disposição em conversar.


[/quote]
 

A minha maior dificuldade é dar coesão a própria bíblia, como um espaço de sentido, nela mesma. A bíblia implica em paradoxos onde não há uma assimilação possível. Assim sendo necessário quase como forjar uma crença ou selecionar aspectos críveis.

Quem dentre os cristãos compreende a bíblia em sua totalidade? O que ela diz? O que ela requer?

A bíblia se divide em muitas frentes, procura compreender e situar diversos aspectos da natureza humana e não estabelece critérios objetivos.

O pecado está dentre seus maiores paradoxos e conflitos.

Ora, como a própria ideia de transformação não pode ser assimilada e compartilhada? Isto não levaria a dizer que houve um compreendimento parcial? E se está retino em um único aspecto? Em uma expectativa de ter compreendido? A crença é uma emoção?

Parece que as maiores transformações de Cristo, não são senão o impacto de milagres. Onde estará o processo de transformação da mente?

Se você pudesse me dizer, onde estão os aspectos positivos e transformadores da bíblia? Quais personagens? Onde está a fé? A transformação real? Onde novas condutas são estabelecidas?

Qual o sentido?
 
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 0
Nível: 0 (de 100) Próximo nível
6%
4
4
Veterano Já participa da comunidade há 4 anos
em deus, não. em jesus, que ele existiu, não duvido. mas que ele fez milagres, não acredito. sou o que decidiram chamar de "ateu".
0
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
Aliás, quanto à última questão (de Heidegger), talvez seja melhor você desconsiderar o exercício que eu propus. Ante o que você disse e o que eu disse, o mais adequado é o seguinte: exponha o que você entende da noção "ser-no-mundo", para que, a partir dessa exposição, você possa clarificar a impossibilidade e insuficiência na pretensão de Heidegger em "sair do sensível, psicológico".
 
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 0
Nível: 0 (de 100) Próximo nível
2%
2
2
Veterano Já participa da comunidade há 2 anos
Não ao pé da letra. A bíblia já foi traduzidas em mais de 5 idiomas diferentes. Imagine a quantidade de incoerências presentes nela.
0
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 0
Nível: 0 (de 100) Próximo nível
2%
3
3
Veterano Já participa da comunidade há 3 anos
obviamente que não
0
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

Nível 0
Nível: 0 (de 100) Próximo nível
16%
2
2
Veterano Já participa da comunidade há 2 anos
O lance com Jesus é o seguinte, no começo eu descartava toda a história porque acho a afirmação de milagres ridícula de um ponto de vista científico e mesmo teológico pois para mim se "deus" criou leis físicas universais é para elas não serem quebradas então o fato de não existir milagres é justamente a maior evidência de deus não o contrário como afirmam os leigos. 

Porém eu vou pela opinião do ateu Christopher Hitchens que afirma que provavelmente jesus existiu fisicamente por causa de um erro nos evangelhos o erro é que os três evangelhos gnósticos Mateus, Lucas e Marcos e João cada um tem uma certam disparidade quanto a história de Jesus o que por si só é ridículo e evidência da falibilidade de tais afirmações.

O erro é que tentam encaixar Jesus na profecia messiânica onde segundo a profecia o messias nasceria em Belém, um dos evangelhos diz que jesus nasceu no caminho de Belém e não em Belém, outro diz que ele nasceu em Jerusalém e o outro diz que ele nasceu em Belém, essa disparidade indica que Jesus existiu porém ele não encaixava na profecia por isso os autores tentaram encaixa-lo, um autor mais crédulo colocou ele em Belém outro disse a verdade prescrita dizendo que Jesus nasceu em jerusalém. 

Se Jesus fosse totalmente uma criação, um personagem mitológico eles teriam encaixado ele perfeitamente na profecia sem falhas sem definições arbitrárias ou seja esse erro indica um Jesus histórico porém... para racionalistas como eu história não pode vir atrelada de magia pois você não pode aceitar dilúvio, pragas, ressurreição da bíblia e ignorar histórias antigas como do Egito, dos gregos, dos Norticos.  

Não existe evidência mais para um do que para outro quanto á mitologia, ou seja tudo é mentira ou tudo é verdade, de um ponto de vista científico afirmações absurdas que quebram leis físicas não podem ser aceitas em um contexto terreno, claro que tem todo o lance de física quântica e a tentativa de atrelar isso á espiritualidade mas física quântica não muda o fato de que as leis físicas são plenas no nosso planeta e não tem Pegasus, anjos, demônios e outras criaturas por aqui alterando a nossa visão do possível, basta ligar a TV ou olhar à sua volta, o que você vai ver é naturalismo regrado por leís físicas não existe magia. 

Afirmações magias é ocultismo puro, sempre ocorre algo mágico mas sobre certas condições e sem evidências, todo ocultismo afirma que é necessário ter fé no culto para a magica acontecer mas isso é um paradoxo, se você crê não precisa de evidência mas se você não crer e requer evidência eles exigem de você a fé antes de apresentar a evidência, paradoxo, isso é apenas ocultismo eles criam uma verdade que não existe e oculta a mesma para parecer que ela existe porém é especial de mais para ser revelada, essa é a base de qualquer crença.  

Não eu não sigo a bíblia, não eu não sou ateu porém não aceito religião alguma todas tem equívocos graves de lógica, como alguns dizem para aceitar a fé tem que negar o universo o mundo. 


0
  0
  Citar
  Melhor resposta
  Editar
  Excluir
Sim, acredito, não vejo porque não.
 
"O erro é que tentam encaixar Jesus na profecia messiânica onde segundo a profecia o messias nasceria em Belém, um dos evangelhos diz que jesus nasceu no caminho de Belém e não em Belém, outro diz que ele nasceu em Jerusalém e o outro diz que ele nasceu em Belém (...)"

Que evangelho afirma que Jesus nasceu em Jerusalém?Vamos lembrar que os magos que foram para Belém para achar Jesus, quando seguiam a estrela. Então isso foi mentira do narrador?
 
Boa! Mutante.
 
10000 caracteres restantes

Compartilhe:

< Anterior Próxima >

Meu perfil

10000 caracteres restantes

Compartilhe: